Tópico Longo, cobrindo os seguintes pontos sobre o comportamento típico dos furões

  • Sono e Atividade
  • Quantos Furões Ter ?
  • Convívio com outros animais
  • Eles entram em tudo !
  • Furões Mordem ?
  • Apresentar um furão a outros furões ou a outros animais
  • Brincadeiras
  • Moon Walk (andando para tras, de costas)
  • Abanando a cauda !
  • Escavadores !
  • Fuga

Os furões são animais de pequeno porte, extremamente ágeis, curiosos ao extremo e muito sociáveis. Precisam de MUITA interação com o dono diariamente. Furões criados como devem ser, embora sejam sempre muito agitados, costumam ser muito dóceis e apegados ao dono.


Sono e Atividade

IMG_4545
Essa é a Chloé nascida em 17/7/2018 dormindo tranquilamente ! – Tutora: Gale Simon / Foto: Cortesia de West Michigan Ferret Connection, Grand Rapids, USA

 

Embora durmam entre 18 a 20 horas por dia, são hiperativos nos horários em que estão acordados, e quem for candidato a ter um (ou mais) precisa estar 100% ciente disso. Durante o período de atividade, não devem em hipótese alguma ficarem presos, pois é de vital importância que realizem muitas brincadeiras e atividades sociais. Se isso não for respeitado, ele com certeza ficará deprimido, infeliz e terá problemas comportamentais e de saúde.

Ou seja: Dormem bastante mas quando estão acordados são puro Rock’n’Roll !

 

IMG_1359

 

IMG_1358

As posições durante o sono são quase sempre bem estranhas, mas certamente eles as acham confortáveis ! O furão branco é o Jackson (macho,4 anos em 2018) e o sable é Fox (fêmea, 5 anos), ambos de Dee Gage.

Em alguns períodos específicos do sono, os furões tem o chamado sono REM (movimentos rápidos dos olhos) como os humanos e outros animais. Isso é prova de que eles sonham ! Então é perfeitamente normal ve-los dormindo e fazendo movimentos como se estivessem mordendo, farejando ou mexendo os membros.

Já em outros períodos, é possível que o veja no chamado “dead sleep”, um sono extremamente profundo no qual o animal perde totalmente o tonus muscular e não responde a nada, como se estivesse em estado de coma ou mesmo morto !

Não se assuste, isso é normal. Mas se estiver apavorado, verifique com calma e cuidado a temperatura das patinhas, focinho e orelhas, e também pode tentar ouvir a respiração. Mas tudo isso com muito cuidado para evitar machuca-los !

Por favor não brinque com eles quando estiverem nesse estado indefeso, isso pode ser tentador e parecer engraçado, mas pode gerar lesões graves neles !


Quantos Furões Ter ?

É possível ter apenas um furão, isso somente é recomendado se o dono tiver um comprometimento total com as brincadeiras e outras atividades, caso contrário, é melhor nem pensar em ter um.

Se a pessoa tiver condições financeiras, o ideal é que tenha dois ou três deles, pois dessa maneira eles podem fazer tudo que devem, mesmo se a pessoa não puder ficar o tempo todo com eles.

Muitos perguntam o porque de três animais. É simples: Eles são tremendamente sociáveis e gregários, e quando um deles morre, o que ficou sente demais a falta do amigo e geralmente fica deprimido e pode acabar morrendo também se o dono não souber lidar muito bem com a situação. Um grupo de três melhora a situação, mas obviamente tem um custo econômico bem alto.

Mais furões = Mais diversão = Mais custo = Caos total

Um furão = Muita dedicação e atenção, jamais o deixe solitário !


Eles entram em tudo !

São animais absurdamente curiosos. Sua missão nesse planeta é xeretar e explorar tudo, sem medo de nada. Isso por si só exige atenção extrema do dono pois como são animais de constituição frágil, podem entrar em situações potencialmente fatais com facilidade.

Não é difícil encontra-los dentro de gavetas, pilhas de roupas, lavadoras, secadoras, em baixo de fornos e fogões, enfiados em alguma fenda de sofá e por aí vai.

Tudo na casa deve ser preparado para ficar a prova de furões (fechos em portas de armários e gavetas por exemplo), fios elétricos devem estar fora da vista, portas devem ter prendedores e cuidado especial com vasos sanitários, ralos e quaisquer tipos de tubos e canos, pois estes são uma atração irresistível para eles.

Sempre que estiverem soltos deve ser supervisionados e o dono deve interagir com eles. Não de bobeira, porque pelo fato de serem extremamente curiosos, é comum fugirem e nunca mais voltarem. Na verdade eles se perdem mesmo porque são muito dispersos. Nunca deixe isso acontecer ! O ideal é seu furão ter uma coleirinha com o nome e telefone do dono e avisar os vizinhos sobre ele.

Isso tudo será explicado em detalhes no tópico “Ferret Proofing” , ou como tornas sua casa segura para furões.

Furão e tubos !
Amor incondicional por tubos e canos ! Imagem cedida por Ferretfarm.org

 

Geralmente são muito silenciosos, fazendo um som engraçado quando felizes (dooking). Se algum dia ouvir um som diferente, vá imediatamente ver o que está acontecendo pois ele pode estar em perigo de vida ! Um furão gritando é um péssimo sinal ! Outro som de partir o coração é o dele chorando, que pode ser ocasionado por dor, tristeza ou depressão. Em qualquer dos dois casos, é bom consultar um veterinário imediatamente.

Já se um furão emitir um som tipos ksssssssssssss como uma cobra, deixe-o em paz por alguns minutos. Isso significa que está estressado ou com medo e ele pode morder. Acredite, a mordida de um furão é sinistra, e ele está te avisanso: Cara,  deixe-me quieto senão você vai se arrepender….


Furões Mordem ?

Resposta simples: Sim.

Mas depende da situação. Esses animais raramente mordem para valer, e se o fizerem a mordida será impressionantemente dolorosa, pois os caninos são bem longos e extremamente afiados. A pressão de mordedura é bastante alta a ponto de poder quebrar ossos dos dedos dependendo da situação.

Mas um furão só morde desse jeito como último recurso. Ele irá te dar vários avisos antes. Primeiro tentará evitar o confronto,  depois emitirá um som sibilante alto, parecido com o que um gato emite. Se ele fizer isso, simplesmente deixe-o em paz e recue. Ele com certeza não quer te morder, mas se tiver que fazer, o fará se arrepender.

Mordiscadas são comportamento normal de filhotes e geralmente são um convite para brincar e jamais uma atividade agressiva. Só que a pele dos furões é bem grossa e eles sempre se mordem desse jeito como brincadeira. Ele não tem como saber que a pele humana é muito mais fina. Cabe a você ensina-lo o limite.

Se ele te morder de forma dolorida, peque-o com carinho pela pele por trás do pescoço, como uma gata ou cadela faz com o filhote. Isso é interpretado por ele como um “olha, estás passando do limite, aquieta-te !”. Repita sempre que necessário até que ele aprenda. Isso requer paciência mas sempre funciona.

Isso deve ser feito imediatamente depois do ocorrido para que ele associe a sua reprimenda com o que ele fez, o periodo máximo para aplicar o método é de até 5 minutos após o ocorrido. Pode deixa-lo na gaiola depois por uns 5 minutos (isso é uma eternidade para eles) e depois solta-lo e brincar com ele. A melhor coisa é distraí-lo e convence-lo que existem coisas melhores do que morder !

Não grite com ele, ele não irá entender esse tipo de reprimenda. Não o jogue nem bata, isso somente fará com que ele fique com medo de você e piorar o problema até um ponto irreversível. Não dê batidinhas ou petelecos no focinho, isso machuca (e muito). JAMAIS BATA NELE MESMO QUE DE LEVE !

Furões Surdos ou Cegos podem Morder !

A exceção é se o seu furão for surdo e se ele não lhe ver aproximando-se por um ângulo cego e você tentar pega-lo. Ele pode instintivamente te morder por um reflexo de auto defesa contra predadores.

Se o seu furão for surdo, tenha certeza que ele tenha conhecimento de que você tem intenção de pega-lo, seja visualmente ou sentindo as vibrações.

Uma situação típica, relatada por minha amiga Brenda do Lakeroad Ferret Farm Rescue/Shelter:

Situação:

Recentemente, ele começou um jogo que ele obviamente vê como divertido – dança de guerra ao redor, pulando e mordendo nossas panturrilhas. Às vezes, ele simplesmente dá uma volta, morde e depois dança. É tudo claramente divertido, ele está sorrindo como ele faz e sempre tem linguagem corporal brincalhona, não há intenção de agressão por lá, mas realmente dói. Agora, porém, está ficando mais frequente e mais intenso. Ele não gosta de Ferretone, então eu não acho que o truque vai funcionar para ele. Você tem alguma outra ideia?

Resposta de Brenda Johnson:

Sim, essa é a sua maneira de dizer “te peguei, agora é sua a vez, agora me persiga e binque comigo!”
Nós temos um que veio fazendo praticamente a mesma coisa só que ela queria os tornozelos… Daisy também não gostava de ferretone, então o que comecei a fazer não foi dar atenção quando ela se dirigia aos meus tornozelos.

Se eu tivesse que dizer não a ela do que duas vezes, eu a tirava do quarto em que estava, para que ela não tomasse minha atenção, esperava 5 minutos e depois a deixava entrar. Eu imediatamente me sentava no chão com alguém. Se ela fosse novamente para os meus tornozelos eu me levantava e a removia novamente.

Ela aprendeu que para ela ter a minha atenção, teria que  deixar meus tornozelos em paz. Entendo que talvez você não tenha a experiencia que tenho mas recomendo tentar isso com ele, pois vai ajudar.

Deixe ele sozinho por por 5 min, e então você dá a ele um petisco imediatamente depois de 5 min passados. Repita o processo conforme necessário. Daisy aprendeu como se comportar e como ganhar todo o amor que ela está procurando. Espero que isso ajude.

Abaixo, um video de como proceder. Não esqueça de dar suporte ao corpo dele quando fizer ! (Os vídeos abaixo tem direitos autorais de seus respectivos autores e estão sendo mostrados aqui como mera referência externa. Todos os direitos reservados.)

 


Apresentar um furão a outros furões ou a outros animais

Por favor leia este tópico especifico.


Brincadeiras

Furões amam tubos. Podem ser tubos flexíveis com pelo menos 80mm de diâmetro por segurança. Embora possam passar por espaços menores, não convém dar margem para problemas. Tubos rígidos de papelão ou plástico PVC também servem. Tubos rígidos com curvas de 90 graus devem ter maior diâmetro. Também adoram caixas e qualquer coisa que possam entrar dentro (exatamente por isso que tornar a sua casa segura para eles é tão importante !)

Brincadeiras de pega-pega são fundamentais para eles, afinal são animais caçadores.

War Dance / Joy Dance / Dança de Guerra

É a expressão máxima da felicidade e mostra que o furão está cheio de energia e convidando para brincar com ele e não representa de forma alguma uma atitude agressiva !

Ele pula, rola, abre a boca, anda de lado e para trás caoticamente. Se seu furão faz isso ele está feliz, então retribua a altura !

Luta Livre

É outro comportamento totalmente natural e serve tanto como brincadeira quanto para estabelecer a hierarquia. Movimentos normais tais como mordidas (sem sangue), rolagem de “crocodilo” e sons engraçados são esperados.

Se a coisa evoluir para uma briga de verdade, o que é raríssimo, intervenha e separe os animais por algo como 5 minutos e faça o “scruffing” do agressor. Mas não exagere, nem grite com eles.

Emboscada e Caça (pega-pega)

Furões são animais caçadores, então é natural que gostem de brincar disso. Muito comum quando você estiver limpando a casa, certamente ele irá “ataca-lo” e então fará uma retirada caótica.

Não se preocupe, ele está apenas te convidando para brincar com ele. Seja uma pessoa compreensiva, pare um pouco e persiga-os ! Mas muito cuidado porque os movimentos deles são caóticos e podem parar subitamente, então cuidado para não pisar neles !!!!


Andando para trás

Podem fazer isso por várias razões. A primeira e mais óbvia é durante uma brincadeira ou mesmo para preparar um bote como um animal perigoso e selvagem haha…

Se ele estiver com os pelos arrepiados e fazendo aquele som de hssssss, ele está com medo ! Aproxime-se devagar, fale tranquilamente com ele, ofereça um petisco, mas em hipótese alguma tente pega-lo de repente, espere que se acalme !

Por fim, se ver ele entrando de costas em um canto, pode ter certeza que ele está para ir usar o toalete haha… Nesse caso pode tentar pega-lo e levar para a caixinha dele antes que ele o faça onde não deva.


Abanando a cauda

Furões abanam a cauda quando excitados, seja por estarem felizes quanto por esperarem algo empolgante. O movimento é rápido e engraçado !


Escavadores !

Furões são escavadores natos e não adianta que você não goste disso. É da natureza deles e é impossível impedi-los, portanto acostume-se a isso e junte-se à festa !

Se não quer que ele escave seu tapete ou seus vasos de plantas, providencie uma caixa grande cheia de areia ou de arroz para eles brincarem. Certamente haverá alguma sujeira depois, mas o prazer de ve-los fazendo isso vale todo o esforço !


Fuga

Furões são escapistas imbatíveis. Cuidado extremo é necessário para não fugirem ! A curiosidade natural e a habilidade extrema torna isso uma ameaça real !

Furões não conseguem sobreviver em um ambiente urbano sem a ajuda de humanos. Se um furão fugir da sua casa e você não conseguir ir atrás imediatamente a probabilidade de encontra-lo novamente é mínima. Não duram mais do que dois a quatro dias se não tiverem ajuda. Um dia sem água é o suficiente.

É de suma importância que o animal tenha sido condicionado a reagir a algum som e vir a você, tipo com um som de um brinquedo daqueles de apertar. Isso serve de alerta para eles voltarem caso ainda estejam por perto.

Uma coleira com um sininho e seu nome e telefone são fundamentais ! A coleira deve ser frouxa o suficiente para pode passar pela cabeça do animal, mas obviamente não tããão frouxa. Melhor perder uma coleira do que sufocar seu amigo.

Apresente seu furão aos seus vizinhos e ao porteiro do seu prédio, pois em caso de fuga eles saberão de quem é, e sobretudo não acharão que é um animal nocivo e certamente o ajudarão.