Na foto é o Lance, um simpaticíssimo furão branco que é residente permanente no abrigo Lakeroad Ferret Farm Rescue/Shelter, USA. em um evento para angariar alimentos. Todos os direitos reservados, não copiar sem autorização.

Atualizado em 31-7-2019

Alimentação adequada aos furões

NÃO DÊ COMIDA FORMULADA PARA GATOS NEM  CÃES PARA O SEU FURÃO! AS RAZÕES SERÃO EXPLICADAS NESTE TEXTO.

Em primeiro lugar, Ferrets não são roedores. Ponto.

São carnívoros obrigatórios e não tem capacidade de digerir alimentos de origem vegetal. Isto inclui qualquer tipo de fruta, legume, cereal ou tubérculos. Alimentos de origem vegetal não são praticamente digeríveis e podem causar bloqueios intestinais, que dependendo, podem ser mortais.

Mas o que é um carnívoro obrigatório ? Quer dizer que ele TEM que comer exclusivamente uma dieta a base de carne e não tem capacidade para digerir outros tipos de alimentos. A própria ração para ferrets é especial.

Comer carne é uma necessidade biológica obrigatória para furões. No final do tópico ensino como deve ser preparada.

Dieta a base de carne não quer dizer somente carne. Se alimenta-los somente com carne eles irão morrer ! Eles precisam de proteina , gordura e outros elementos como vitaminas, além de taurina nas quantidades corretas.

As necessidades de vitaminas e outros complementos para os furões são completamente diferentes das para cães e gatos. Comida para cães e gatos NÃO são adequadas para Ferrets e podem causar grande dano à saúde deles.

Alimentar seu furão com comida para cães ou gatos irá comprometer severamente a saúde deles a médio e longo prazo, e diminuirá bastante a sua expectativa de vida, pois podem conter elementos de origem vegetal e muitos carboidratos, farinhas e óleos que não serão corretamente digeridos e essas comidas podem a longo prazo causar pedras nos rins, falência hepática e renal,diabetes e insulinoma, além de bloqueios intestinais perigosos.

É fato incontestável que as farinhas e produtos vegetais não digeridos causam bloqueio intestinal que pode causar seríssimos danos ao intestino, como diverticulite, colite ulcerativa e outros problemas potencialmente fatais, tais como necrose intestinal por exemplo.

Não interessa o que o vendedor da pet shop diga que não faz mal, pois faz SIM ! Todos os veterinários com especialização em furões concordam que esse tipo de alimento NÃO deve ser oferecido como substituto da ração específica para furões.

Em caso de EMERGENCIA, porém, pode-se oferecer comida para filhotes de gato, por um curto período de tempo. Embora a comida para filhotes de gatos tem alto teor de proteina mas em geral não é a mais adequada, pois assim como a para gatos adultos pode conter componentes tais como óleos de origem vegetal e farinhas.

Comem de 4 a 5 vezes por dia, cerca de 10% de seu peso corporal. A comida deve estar fresquíssima e sempre disponível.

Devem ter sempre a disposição água fresca, em pelo menos dois locais diferentes, caso um seque, entorne ou acabe, pois os furões ficam muito facilmente desidratados e podem vir a morrer.

Água fresca é fundamental !

É de vital importância que eles tenham acesso a água fresca por toda a vida ! Furões ficam desidratados muito facilmente e isso pode comprometer seriamente a saúde deles, causando falência renal, e choque.

Eles devem ter acesso a pelo menos três locais conhecidos com água, pois caso um deles vire ou fique vazio eles continuem a ter um fornecimento de água.

Troque sempre a água e mantenha os recipientes limpos.

A dieta TEM que ser balanceada de acordo:

  • Alto nível de proteína de origem ANIMAL, mínimo 30%
  • índice de gordura em torno de 20%
  • Alto nível energético
  • Baixo nível de fibras, menor que 4%
  • Pouco sal
  • Baixo nível de carboidratos, incluindo açúcares
  • Complementação de vitaminas é obrigatória, sendo estas específicas, sem possibilidade de substituição. Cuidado com a dosagem, pois o excesso de vitaminas pode causar danos graves ao organismo desses animais.

 

Não de complementos alimentares que contenham açucares, salvo se por indicação do veterinário.

 

  • Existem no mercado rações específicas para Ferrets.
  • Ovos crus ou cozidos podem ser oferecidos como complemento.

Recompensas e petiscos devem ser dados com cuidado, pois podem fazer mal. Eles adoram um monte de coisas que não devem comer ! Recomendo os seguintes:

  • Pedacinhos de ovo cozido
  • Ferretone (importado), na falta óleo de peixe (eles adoram o de salmão)

ALIMENTOS PROIBIDOS:

  • Comida para cães ou gatos
  • Carboidratos em geral
  • Nada de origem vegetal, pois seu trato intestinal é curto e não consegue processar este tipo de alimento. A chance de ocorrer bloqueio intestinal aumenta muito. Isso inclui frutas, mesmo as frescas ou secas e vegetais como cenouras e pepinos.
  • Evitar carnes cozidas, principalmente ossos cozidos, são quebradiços e podem matar por perfuração intestinal. Pode dar ossos crus.
  • Chocolate e cafeína, NUNCA ! Eles adoram mas podem causar morte por ataque cardíaco facilmente. Teobromina, um dos componentes do chocolate, é tóxica para furões e outros mustelídeos.
  • Não de doces ! Pode causar diabates e insulinoma a longo prazo.
  • Os alimentos industrializados não devem conter farinhas de origem vegetal, tais como amido, farinha de soja, milho, trigo, ervilhas e outros grãos e leguminosas. Veja a composição antes de oferecer.
  • Cebolas e seus derivados  podem disparar anemia hemolitica auto imune, que é fatal para furões.
  • Alho e seus derivados  podem causar falência renal
  • Furões adoram passas, mas devem ser limitadas a uma por semana, e das sem sementes. De acordo com o Dr. Kawasaki passas podem causar falência renal. De acordo com ele, de 7 a 8 passas comidas de uma vez podem ser altamente letais.
  • Alguns furões são completamente loucos por bananas, mas devem ser evitadas ao máximo por diversos motivos: 1) Tem alto teor de açucar e carboidratos, o que pode levar a diabetes. 2) Pode causar bloqueio intestinal severo irreversível com consequente morte. Muito raramente pode ser oferecida uma quantidade equivalente a um cubo de 1x1x1 cm (em casos de hipoglicemia por exemplo)

Aqui tem uma lista de plantas tóxicas.

Referências:

Pet Education (sobre alimentação)
The Spruce (excelente fonte de informações gerais, leitura obrigatória)
Vet Babble (outra referência quando o assunto é furões, também de leitura obrigatória)

Devem estar pensando por que eu recomendo tantos sites em inglês… É simplesmente porque não existe informação de qualidade tão profunda e abundante quanto nos Estados Unidos. Furões por lá estão em terceiro lugar na preferência de pets, atrás somente de cães e gatos. Estima-se que existam de 7 a 12 milhões deles por lá !

Um fato importante é que o furão tem um período de aprendizado sobre a comida, que é até pouco mais dos doze meses de idade. Depois disso ele pode não aceitar comidas diferentes das que foram introduzidas até esses doze meses.

Apresente pelo menos três ou quatro tipos de comidas antes desse periodo pois pode ser que alguma ração fique em falta ou mesmo seja retirada do mercado.

A famosa Duck Soup

A Duck Soup é fundamental para resguardar a saúde do seu amigo. Veja o link abaixo.

Por favor veja a postagem específica sobre a Duck soup neste link !

Composição recomendada para alimentação a base de carne para furões, para simular a alimentação obtida na natureza.

Os furões selvagens, como o Mustela Putorius (que deu origem ao furão doméstico Mustela Putorius Furo) e o Mustela Nigripes são animais caçadores e se elimentam de ratos, camundongos, aves, esquilos, coelhos, e pequenos répteis. Eles consomem a presa inteiramente, incluindo carne, ossos, penas, pele e órgãos.

A menos que você forneça este tipo de presa para o seu furão, a saída é preparar o equivalente nutricional delas de acordo com a composição média das presas originais, o que seria aproximadamente:

  • 7% de fígado
  • 7% de algum outro órgão, miúdos em geral
  • 14% de coração
  • 28% de ossos crus junto com a carne
  • 42% de carne (tecido muscular)
  • Suplementação vitamínica e mineral, sob orientação do veterinário

Relembrando, deve ter entre 30-40% de proteina animal e uns 20% de gordura.

SOMENTE TECIDO MUSCULAR NÃO FORNECE TODOS OS NUTRIENTES NECESSÁRIOS !, POR ISSO A COMPLEMENTAÇÃO VITAMÍNICA É IMPORTANTE E DEVE SER FEITA COM CUIDADO, POIS A SUPERDOSAGEM PODE LEVAR A PROBLEMAS GRAVES.

Referências: